Central de Comunicação // CNA

16/08/2018

CNA discute reforma tributária no Conselhão

Brasília (16/08/2018) – O coordenador do Núcleo Econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Renato Conchon, participou nesta quinta (16) da reunião da Comissão de Trabalho da Reforma Tributária, em Brasília.

O grupo foi criado neste ano pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o Conselhão, que reúne representantes do governo federal e representantes de diversos segmentos da sociedade civil para discutir temas relevantes para o país.

Segundo o coordenador, o agro recolhe aproximadamente 16% do total arrecadado em tributos no país. Por esta razão, explica, as necessidades do setor precisam ser contempladas na reforma, diante das suas particularidades.   

“Um setor com a representatividade como o Agronegócio, que sofre uma grande incidência tributária, tem cumprido com suas responsabilidades econômica e social. É necessário que o governo federal leve em conta essas informações”, ressalta.

Conchon defendeu também a necessidade de regimes tributários especiais, o desenvolvimento regional e um imposto progressivo, simplificado, competente e partilhado, sempre respeitando as peculiaridades do segmento agropecuário. 

O deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), autor da proposta de reforma tributária no Congresso Nacional, apontou que o sistema tributário brasileiro hoje é “caótico e burocrático e caro” e precisa de mudanças urgentes.

Com estas discussões, a Comissão de Trabalho da Reforma Tributária pretende fornecer subsídios aos membros do Conselhão. Atualmente, cerca de 80% das propostas apresentadas pelo CDES foram ou estão em fase de implementação pelo governo. 
 
Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Telefone: (61) 2109 1419
https://www.flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br 
senar.org.br
twitter.com/SENARBrasil
facebook.com/SENARBrasil
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA

Veja também