Selecione a área de sua atuação

ComunicaçãoNotícias de Mercado

29/08/2012 | Fruticultura

Zoneamento agrícola orienta plantio de melancia e milheto

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 29 de agosto, o zoneamento agrícola para as culturas da melancia em regime de sequeiro e de milheto no Rio Grande do Sul. A orientação vale para o ano-safra 2012/13.

Os elementos climáticos de maior relevância para o cultivo da melancia são temperatura, umidade relativa do ar, pluviosidade e fotoperíodo. Clima ameno a quente, dias longos e baixa umidade relativa do ar favorecem o desenvolvimento da cultura e a qualidade dos frutos. A produtividade da cultura vem apresentando, nos últimos anos, grande incremento devido, principalmente, aos cultivos conduzidos com irrigação. No Brasil, segundo dados do IBGE 2009, os principais estados produtores são Rio Grande do Sul, Bahia e Goiás, com produtividades médias, respectivamente, de 18,40, 19,55 e 34,65 toneladas/hectare.

Utilizado principalmente como planta forrageira na região Sul, o milheto também pode ser usado na recuperação de pastagens, na integração agricultura-pecuária e na produção de silagem em regiões com déficit hídrico. Os fatores climáticos que influenciam o desenvolvimento, a produção e a produtividade da cultura são: a temperatura, o fotoperíodo e a precipitação pluviométrica. O milheto adapta-se bem a vários tipos de solos, apresentando ótimas produtividades em solos de média a boa fertilidade, não tolerando solos excessivamente úmidos.

Com a divulgação do zoneamento agrícola, o Ministério da Agricultura quer identificar os municípios aptos e os períodos de semeadura com menor risco climático para o cultivo das culturas no Rio Grande do Sul, destacou o coordenador geral de Zoneamento do Mapa, Gustavo Bracale.

Acesse e leia na íntegra as portarias publicadas no DOU sobre o zoneamento: http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?data=29/08/2012&jornal=1&pagina=4&totalArquivos=128

Fonte: Mapa

Compartilhe